Associações e entidades representativas terão apoio diz: Leandro Soares Machado

“A luta pela organização comunitária, visando uma sociedade civil organizada, pode não ser uma novidade, ao logo de mais de trinta anos, com diversos Prefeitos e Vereadores, procurando servir-se dessas entidades e transformando muitos de seus integrantes em verdadeiros cabos eleitorais”.

Com essa visão inicial, o candidato a Vereador, Leandro Soares Machado, revelou que: “minha experiência como Presidente da Associação de Moradores da Vila Marina, além de contato como outras associações, colocou-me diante de uma realidade, onde as entidades eram fruto de boa vontade, porém, sem estrutura.

Continuou ainda “vivi intensamente a luta inglória de lutar bravamente para encaminhar demandas dos moradores, pude perceber que quando você quer presidir de verdade uma entidade deste tipo, você acaba sendo abandonado pelos Poderes Executivo e Legislativo. Eles aparecem como apoiadores e depois se afastam”.

Com essa experiência que você adquiriu; eleito como Vereador o que fará em favor das entidades representativas?

“Se eleitor for, primeiramente é preciso conhecer até onde este tipo de entidade representa realmente o bairro e sua extensão.

Atualmente temos uma União das Associações de Moradores, que ao meu ver necessita de uma remodelação de sua missão e valores, para que recupere, sua credibilidade.

Dito isso, oficializei no 7º eixo o seguinte:

Apoiar setores organizados da comunidade, através das associações e/ou entidades representativas.

É sabido que até agora tudo que se tentou neste sentido não passou de reuniões festivas. Cabe aqui perguntar: se esse tipo encontro fortalece as associações de bairros.

Acredito que o melhor agrado que se pode oferecer aos dirigentes é justamente o atendimento das reivindicações.

Sei que existe casos em que as entidades receberam algum tipo de atenção, porém, a grande maioria das Associações, ou não mais existem ou estão com as atividades paradas.

É preciso seriedade da diretoria e a real participação dos moradores, isso deverá ser conquistado com um trabalho direto daqueles que desejam manter ou formar novas entidades.

Desenvolverei esforços para tal finalidade e não haverá de minha parte qualquer subserviência em relação a minha condição de Vereador.

Ponta Grossa tem aproximadamente 400 (quatrocentas) vilas como uma população total superior a 300 (trezentos) mil habitantes e, diante desse fato, os poderes constituídos, precisam de verdadeiras entidades representativas”.

Leandro finaliza dizendo que se diz esperançoso quanto ao futuro e declarou que, caso eleito, as associações e entidades representativas serão apoiadas por um Vereador de verdade.

Conheça os 20 eixos do Plano de trabalho do candidato a vereador CLIQUE AQUI