6 de outubro de 2015

Pauliki, Plauto e Péricles se unem por melhorias na Souza Naves

Foto: Divulgação
Na última segunda-feira (05), uma audiência pública reuniu lideranças para discutir questões de mobilidade da Avenida Souza Naves. A Polícia Rodoviária Federal (PRF) defendeu a colocação imediata de lombadas, canteiro central e iluminação como medida para reduzir o número de acidentes graves no local, desde que sejam implantadas de acordo com estudos técnicos do DER.
A audiência definiu ações de médio prazo entre a concessionária CCR Rodonorte e a Prefeitura Municipal de Ponta Grossa como retornos, canteiros e faixas de desaceleração. Também foram elencadas iniciativas de longo prazo, entre elas viadutos e retornos elevados, que poderão ser colocados em um aditivo com novos termos de prazo e valores menores de pedágio. Uma reunião com o Departamento de Estradas de Rodagem (DER) será marcada para definir um cronograma de ações.

Os deputados estaduais Marcio Pauliki, Plauto Miró e Péricles de Mello, representantes da população ponta-grossense na Assembleia Legislativa do Paraná (Alep), estão buscando meios de diminuir o número de acidentes fatais na Avenida Souza Naves. Eles se reuniram nesta terça-feira (06) com o intuito de requerer medidas urgentes e emergenciais que serão apresentadas ao Governo do Estado para evitar que o trânsito pesado na rodovia continue levando vidas e trazer mais segurança para os moradores do entorno.

O presidente da CCR Rodonorte, José Alberto Moita, reforça que a inclusão de novas obras no contrato de concessão deverão trazer mais tranquilidade para a população que trafega pelo local. “Uma das medidas urgentes é a construção de um canteiro central, incluindo uma terceira faixa, e de duas passarelas, com telas de segurança impedindo a passagem de pedestres nas rodovias”, enumera.

De acordo com Marcio Pauliki, os problemas enfrentados pela população na Souza Naves são fruto da falta de um plano diretor. “Compreendo que o crescimento desordenado ocasiona esse tipo de situação. Não podemos permitir que pessoas continuem pagando pela falta de um planejamento municipal adequado. Ainda há tempo para reverter essa situação. Nós temos que pensar no curto prazo, pois mortes estão acontecendo”, afirma. Ele acrescenta que a longo prazo é preciso buscar projetos que dependem de tempo e dinheiro.

O deputado Plauto destaca a importância da obra para a região dos Campos Gerais. “Nós estamos buscando junto ao poder público e à concessionaria uma solução definitiva para que a rodovia não traga mais mortes”, frisa.

“Nós discutimos vários projetos e descobrimos que várias ações que podem ser realizadas a curto prazo já resolvem boa parte do problema. Ponta Grossa é conhecida por ser o maior entroncamento rodoferroviário do sul do País e muitas pessoas que vêm do oeste e do Norte também passam pela Souza Naves”, lembra Péricles de Mello. 

Fonte: Assessoria Gabinete Marcio Pauliki

FALE CONOSCO:

Nome

E-mail *

Mensagem *