Presidente explica atividade do CONSEA/PG

Presidente do Consea/pg, Leandro Soares Machado. Foto: divulgação
Em entrevista concedida a nossa reportagem, Leandro Soares Machado, Presidente do Conselho Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional de Ponta Grossa (CONSEA/PG), prestou esclarecimentos sobre as atividades do Conselho, abordando também a respeito da 2ª Conferência Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional, prevista para a próxima sexta-feira (14).

Acompanhe os detalhes da Conferência em: Segurança Alimentar e Nutricional terá conferência em Ponta Grossa.

Primeiramente, ele disse que “está sendo positiva a procura das inscrições e os preparativos deverão ser concluídos até a próxima quarta-feira”.

ENTREVISTA
As perguntas que foram feitas permitem estabelecer uma ideia geral das atividades do Conselho e o que está previsto para a Conferência:

J - Qual a finalidade do Conselho?
L - Fiscalizar, orientar e sugerir propostas relacionadas a Segurança Alimentar e Nutricional do município do Ponta Grossa.
J - Qual a perspectiva de participação dos setores interessados na Conferência?
L - Nossa expectativa é da mais ampla participação da comunidade, bem como, das entidades e dos membros do executivo que tenham afinidade com o tema.
J - Como pode ser entendido o sistema de estabelecido pela municipalidade no que diz respeito a segurança Alimentar e Nutricional?
L - O município já avançou muito em termos do combate a fome e a alimentação saudável, como por ex.: Feira Verde, Mercado da Família, Restaurante Popular, Banco de Alimentos, entre outros, mas acredito que a população tem muitos outros anseios, assim como as entidades e os pequenos produtores rurais e os agricultores orgânicos.
J - O que levou o Conselho a escolher o tema central?
L - O tema veio como orientação do CONSEA Nacional, que a meu ver é oportuno, uma vez que afirma princípio da igualdade da qualidade alimentar no campo e na cidade; e sugere uma avaliação do que temos e o que queremos, reafirmando a importância da participa social na construção das políticas públicas.
J - Setores como supermercadistas, bem como comercio em geral pode participar?
L - Não existe uma obrigatoriedade da participação, mas é importante que a comunidade, entidades e lideranças comunitárias se envolverem com o tema.
J - A questão dos fornecedores para o cumprimento dos programas estabelecidos poderá ser avaliada na Conferência?
J - Como o Executivo Municipal está apoiando?
L - Por força da Lei Municipal nº 11.646/2014, o CONSEA/PG está vinculado a Prefeitura Municipal através da Secretaria Municipal de Agricultura e Pecuária e Abastecimento (SMAPA), mas além dela estamos tendo o apoio da Fundação de Assistência Social (FAS), de outros órgãos e entidades da sociedade.
J - Qual é a sequência depois da elaboração das propostas?
L - Na Conferência temos um momento de apresentação e aprovação de propostas, as quais serão retiradas a nível Municipal, Estadual e Nacional, essas propostas aprovadas comporão o relatório final da Conferência, posteriormente será encaminhado ao poder executivo Municipal, sugerindo que as mesmas componham políticas estratégicas do município. 

Postagem em destaque

Carteira do Autista já pode ser solicitada em todo Paraná

A partir desta quarta-feira (06) todos os paranaenses com Transtorno do Espectro Autista podem solicitar gratuitamente, pela internet, a Car...